O ser humano é um ser social por natureza e, em quase todos os atos sociais que realiza, existe geralmente um elo comum: a alimentação.

Para as pessoas com doença celíaca, comer fora de casa representa uma grande preocupação, pois não sabem se as opções sem glúten oferecidas no estabelecimento serão realmente preparadas corretamente, de forma a evitar a contaminação cruzada, e garantir que o produto final é seguro para celíacos. Nasceu assim o projeto de certificação “Gluten Free” da APC, em parceria com a Biotrab (empresa de Higiene e Segurança alimentar), para que todos os celíacos possam ter uma melhor qualidade de vida, com o objetivo de proporcionar uma oferta sem glúten, que lhes ofereça total segurança.

Por influência de diversos fatores, o universo de consumidores interessados na alimentação sem glúten tem aumentado exponencialmente nos últimos anos, abrindo um mercado com elevada relevância económica. Cerca de 100 000 portugueses (1% da população portuguesa) têm doença celíaca, contudo, apenas 15 000 pessoas encontram-se diagnosticadas. Devido à maior consciencialização e ao melhor diagnóstico da doença, a procura por refeições sem glúten na indústria da restauração deverá aumentar drasticamente nos próximos anos. Aos celíacos portugueses soma-se um número infindável de celíacos estrangeiros que nos visitam e que procuram informação sobre estabelecimentos seguros, e também todos aqueles (portugueses e estrangeiros) que, não tendo qualquer restrição alimentar, optaram por seguir uma dieta isenta de glúten.

Porque é importante a certificação para um celíaco?

Quem tem doença celíaca segue uma dieta isenta de glúten rigorosa. Não é temporária mas sim, para toda a vida. Se um celíaco ingerir glúten, mesmo que seja uma quantidade não visível a olho nu, o intestino delgado será lesado imediatamente, devido à reação autoimune do seu organismo.

Desta forma, o que torna diferenciador e transmite maior segurança a este grupo não são os locais com opções sem glúten mas sim os que conseguem garantir a total isenção.

Fique a saber mais sobre a:

Que benefícios obtêm as empresas que fazem parte do Projeto Gluten Free?

Ajuda e assessoria contínua da APC e dos especialistas técnicos da Biotrab (Empresa de Higiene e Segurança Alimentar);

– Utilização do logótipo da certificação nos seus estabelecimentos, o que facilita a identificação pelo cliente celíaco, como restaurante seguro e com implementação do protocolo de boas práticas sem glúten;

Diferenciação da cadeia, dentro de um mercado cada vez mais competitivo e crescente;

– Aquisição de um fator diferenciador de elevado valor na captação e fidelização de clientes;

Solidariedade e comprometimento com um grupo que apresenta necessidades alimentares específicas e consequente limitação no acesso a refeições seguras;

Publicidade de elevada eficácia junto de uma população sedenta de oferta – sem desperdício de contactos: inclusão do logótipo e informação no site da APC (ver separador), newsletter mensal específica, divulgação gratuita nas redes sociais (Facebook e Instagram) e Revista Sem Glúten (distribuída quadrimestralmente);

– De acordo com a Associação de Celíacos Italiana (AIC), os clientes celíacos em 80% dos casos regressam a um local que foi capaz de garantir uma refeição sem glúten segura e de qualidade e, em média, fazem a refeição com mais 3 a 4 pessoas. Ao integrar o Projeto Gluten Free permite que o seu estabelecimento se destaque dos seus concorrentes e tenha acesso a canais promocionais exclusivos;

– Ao caminharem de mãos dadas com a APC, transmitem maior segurança aos clientes celíacos e/ou familiares. Perante a lacuna existente na legislação dirigida aos estabelecimentos de restauração, só a Certificação assegura a credibilidade / segurança do seu estabelecimento junto da população com restrição alimentar ao glúten por motivos de saúde.

O Projeto Gluten Free é dirigido a estabelecimentos de restauração (ex: restaurantes, pizzarias, gelatarias, padarias, pastelarias etc.), hotelaria e catering, interessados em proporcionar uma oferta sem glúten, que ofereça total segurança aos clientes.

O objetivo da certificação é estabelecer o desenvolvimento de ações direcionadas para proporcionar ao consumidor celíaco tranquilidade, variedade e segurança dos menus sem glúten oferecidos por um estabelecimento.

O processo consiste na supervisão dos procedimentos, que inclui:

– Visita às instalações para avaliar a viabilidade de oferecer opções sem glúten seguras;

– Apoio e adaptação / implementação de procedimentos para a produção sem glúten segura (desde a matéria-prima ao serviço ao cliente celíaco);

– Implementação ou avaliação de HACCP e boas práticas de higiene e fabrico;

Estudo da ementa sem glúten oferecida, incluindo a revisão das fichas técnicas dos ingredientes utlizados nos pratos sem glúten;

– Acompanhamento e formação especializada a toda a equipa;

– Realização de controlo analítico em laboratório certificado;

Auditoria pré e pós implementação da certificação, às instalações onde são confecionados os pratos sem glúten.

Esta supervisão é realizada de forma contínua para evitar erros, mantendo a segurança alimentar em todos os momentos.

Para iniciar o processo de certificação deverá seguir os seguintes passos:

1 – Contactar a APC, solicitando mais informações acerca do Projeto e/ou apresentando o seu estabelecimento e comunicando o seu interesse em certificar o mesmo, criando opções aptas a celíacos.

Pode entrar em contacto através de nutricionista@celiacos.org.pt ou +351 919 213 496.

2 – Contactar a Eng.ª Sofia Castelo, auditora da Biotrab, que será responsável pela avaliação de todos os critérios e implementação de todos os parâmetros (indicados no separador “Em que consiste a certificação?”), nomeadamente a realização de auditoria das instalações (deverá solicitar orçamento de auditoria diretamente à mesma).

Pode entrar em contacto através de sofia.castelo@biotrab.pt ou +351 969 154 556.

3 – Verificando-se a conformidade de todos os parâmetros e requisitos, é atribuído um certificado que garante que a empresa possui um sistema de qualidade e segurança alimentar para a oferta de produtos sem glúten, passando a ostentar o selo APC/ Biotrab referente à certificação Sem Glúten/ Gluten Free, na porta ou janela das instalações para que o cliente celíaco possa identifica-lo como conforme e aconselhado pela APC.

Este símbolo da certificação, por incluir o elemento universal sinalizador da isenção de glúten (espiga cortada), é facilmente reconhecido por qualquer indivíduo que siga uma alimentação sem glúten e pode ser ostentado em quaisquer suportes de divulgação / informação do estabelecimento certificado.

4 – O certificado é renovado anualmente, pelo que é necessário uma verificação e reavaliação dos procedimentos, formação e auditoria anual

O Universo Sem Glúten

O ser humano é um ser social por natureza e, em quase todos os atos sociais que realiza, existe geralmente um elo comum: a alimentação.

Para as pessoas com doença celíaca, comer fora de casa representa uma grande preocupação, pois não sabem se as opções sem glúten oferecidas no estabelecimento serão realmente preparadas corretamente, de forma a evitar a contaminação cruzada, e garantir que o produto final é seguro para celíacos. Nasceu assim o projeto de certificação “Gluten Free” da APC, em parceria com a Biotrab (empresa de Higiene e Segurança alimentar), para que todos os celíacos possam ter uma melhor qualidade de vida, com o objetivo de proporcionar uma oferta sem glúten, que lhes ofereça total segurança.

Por influência de diversos fatores, o universo de consumidores interessados na alimentação sem glúten tem aumentado exponencialmente nos últimos anos, abrindo um mercado com elevada relevância económica. Cerca de 100 000 portugueses (1% da população portuguesa) têm doença celíaca, contudo, apenas 15 000 pessoas encontram-se diagnosticadas. Devido à maior consciencialização e ao melhor diagnóstico da doença, a procura por refeições sem glúten na indústria da restauração deverá aumentar drasticamente nos próximos anos. Aos celíacos portugueses soma-se um número infindável de celíacos estrangeiros que nos visitam e que procuram informação sobre estabelecimentos seguros, e também todos aqueles (portugueses e estrangeiros) que, não tendo qualquer restrição alimentar, optaram por seguir uma dieta isenta de glúten.

Porque é importante a certificação para um celíaco?

Quem tem doença celíaca segue uma dieta isenta de glúten rigorosa. Não é temporária mas sim, para toda a vida. Se um celíaco ingerir glúten, mesmo que seja uma quantidade não visível a olho nu, o intestino delgado será lesado imediatamente, devido à reação autoimune do seu organismo.

Desta forma, o que torna diferenciador e transmite maior segurança a este grupo não são os locais com opções sem glúten mas sim os que conseguem garantir a total isenção.

Fique a saber mais sobre a:

Benefícios de certificar o seu estabelecimento

Que benefícios obtêm as empresas que fazem parte do Projeto Gluten Free?

Ajuda e assessoria contínua da APC e dos especialistas técnicos da Biotrab (Empresa de Higiene e Segurança Alimentar);

– Utilização do logótipo da certificação nos seus estabelecimentos, o que facilita a identificação pelo cliente celíaco, como restaurante seguro e com implementação do protocolo de boas práticas sem glúten;

Diferenciação da cadeia, dentro de um mercado cada vez mais competitivo e crescente;

– Aquisição de um fator diferenciador de elevado valor na captação e fidelização de clientes;

Solidariedade e comprometimento com um grupo que apresenta necessidades alimentares específicas e consequente limitação no acesso a refeições seguras;

Publicidade de elevada eficácia junto de uma população sedenta de oferta – sem desperdício de contactos: inclusão do logótipo e informação no site da APC (ver separador), newsletter mensal específica, divulgação gratuita nas redes sociais (Facebook e Instagram) e Revista Sem Glúten (distribuída quadrimestralmente);

– De acordo com a Associação de Celíacos Italiana (AIC), os clientes celíacos em 80% dos casos regressam a um local que foi capaz de garantir uma refeição sem glúten segura e de qualidade e, em média, fazem a refeição com mais 3 a 4 pessoas. Ao integrar o Projeto Gluten Free permite que o seu estabelecimento se destaque dos seus concorrentes e tenha acesso a canais promocionais exclusivos;

– Ao caminharem de mãos dadas com a APC, transmitem maior segurança aos clientes celíacos e/ou familiares. Perante a lacuna existente na legislação dirigida aos estabelecimentos de restauração, só a Certificação assegura a credibilidade / segurança do seu estabelecimento junto da população com restrição alimentar ao glúten por motivos de saúde.

Em que consiste a certificação?

O Projeto Gluten Free é dirigido a estabelecimentos de restauração (ex: restaurantes, pizzarias, gelatarias, padarias, pastelarias etc.), hotelaria e catering, interessados em proporcionar uma oferta sem glúten, que ofereça total segurança aos clientes.

O objetivo da certificação é estabelecer o desenvolvimento de ações direcionadas para proporcionar ao consumidor celíaco tranquilidade, variedade e segurança dos menus sem glúten oferecidos por um estabelecimento.

O processo consiste na supervisão dos procedimentos, que inclui:

– Visita às instalações para avaliar a viabilidade de oferecer opções sem glúten seguras;

– Apoio e adaptação / implementação de procedimentos para a produção sem glúten segura (desde a matéria-prima ao serviço ao cliente celíaco);

– Implementação ou avaliação de HACCP e boas práticas de higiene e fabrico;

Estudo da ementa sem glúten oferecida, incluindo a revisão das fichas técnicas dos ingredientes utlizados nos pratos sem glúten;

– Acompanhamento e formação especializada a toda a equipa;

– Realização de controlo analítico em laboratório certificado;

Auditoria pré e pós implementação da certificação, às instalações onde são confecionados os pratos sem glúten.

Esta supervisão é realizada de forma contínua para evitar erros, mantendo a segurança alimentar em todos os momentos.

Como obter o Certificado

Para iniciar o processo de certificação deverá seguir os seguintes passos:

1 – Contactar a APC, solicitando mais informações acerca do Projeto e/ou apresentando o seu estabelecimento e comunicando o seu interesse em certificar o mesmo, criando opções aptas a celíacos.

Pode entrar em contacto através de nutricionista@celiacos.org.pt ou +351 919 213 496.

2 – Contactar a Eng.ª Sofia Castelo, auditora da Biotrab, que será responsável pela avaliação de todos os critérios e implementação de todos os parâmetros (indicados no separador “Em que consiste a certificação?”), nomeadamente a realização de auditoria das instalações (deverá solicitar orçamento de auditoria diretamente à mesma).

Pode entrar em contacto através de sofia.castelo@biotrab.pt ou +351 969 154 556.

3 – Verificando-se a conformidade de todos os parâmetros e requisitos, é atribuído um certificado que garante que a empresa possui um sistema de qualidade e segurança alimentar para a oferta de produtos sem glúten, passando a ostentar o selo APC/ Biotrab referente à certificação Sem Glúten/ Gluten Free, na porta ou janela das instalações para que o cliente celíaco possa identifica-lo como conforme e aconselhado pela APC.

Este símbolo da certificação, por incluir o elemento universal sinalizador da isenção de glúten (espiga cortada), é facilmente reconhecido por qualquer indivíduo que siga uma alimentação sem glúten e pode ser ostentado em quaisquer suportes de divulgação / informação do estabelecimento certificado.

4 – O certificado é renovado anualmente, pelo que é necessário uma verificação e reavaliação dos procedimentos, formação e auditoria anual

PARCEIROS


FAZER DONATIVO / RENOVAR QUOTA